Blog do escritor
Xesús Constela

www.xesusconstela.com

info@xesusconstela.com
 CATEGORÍAS
 CUARTO DOS TRASTES
 SALA PARA VISITAS
 SALA DAS PROCURAS
 SALA DOS BLOGS GALEGOS
 NO FAIADO
 ANTERIORES

De Paulo Lins

Veño de ler unha entrevista feita por internautas co escritor, guionista e director de cine brasileiro Paulo Lins, (Cidade de Deus) na web do xornal El País acerca da situación política, económica e social que se vive no Brasil.

A entrevista achega tamén unha visión moi interesante acerca de Latinoamérica.

Podedes lela dende aquí.

Recoméndovola porque me parece moi interesante, sobre todo porque unha das visitas diarias deste blog, Solange, fala dende o Brasil.

Achégovos tamén o trailer da película Cidade de Deus:



Comentarios (8) - Categoría: De literatura - Publicado o 02-12-2010 21:52
# Ligazón permanente a este artigo
Chuza! Meneame
8 Comentario(s)
1 Na minha opinião, Paulo Lins foi muito feliz em sua entrevista. Sem dúvida, há que se investir em educação e em projetos sociais, e, tentar minimizar as diferenças entre as classes sociais.
Realmente o negro sofre com discriminações desde o tempo da escravidão, mas, felizmente esta concepção vem mudando dia a dia e, agora o negro vem ocupando o seu papel na sociedade.
Sabemos que muitos brancos não valem nada!
Já estamos tendo uma melhora considerável na economia do país e, por certo, o nosso atual presidente vem colaborando muito pra isso. Ainda somos um país de terceiro mundo, mas de pouco a pouco, chegaremos lá.
Hoje famílias que eram consideradas miseráveis, já entram com dignidade em grandes estabelecimentos comerciais e já se dão ao luxo de adquirir produtos supérfluos. Um grande passo para nossa evolução.
O filme "Cidade de Deus", foi adaptado do livro de Paulo Lins e dirigido por Fernando Meirelles. É um drama contado por um menino pobre da favela que sonha em ser um repórter fotográfico e, que resiste à tentação de entregar-se ao "apare#blgtk08#ntemente" mais fácil caminho para a criminalidade.
Não é nem de longe meu filme preferido, mas torna-se necessário para expor a falta de perspectivas e a falta do poder público que formam verdadeiros exércitos de jovens e crianças que manipulam armamentos pesados e matam com frieza, tudo em prol da droga.
O elenco do filme, foi composto, em sua maioria por atores desconhecidos, originados de escolas de atuação presentes em comunidades carentes, os quais encontraram uma maneira de dar seguimento às suas carreiras artísticas.
É um filme com cenas fortes, mas que vale a pena ser assistido. Não acredito que ele seja uma vergonha para o nosso país, mas sim, um alerta!
Com certeza nestes últimos dias estamos torcendo para que consigam amenizar esse problema social e dar expectativas de um futuro melhor para essas crianças e para essas famílias, que na maioria das vezes estão acuadas pelo mal dentro de suas míseras casas.
Obrigada Xesús pela oportunidade e, pode contar comigo pra qualquer assunto do meu país que disperte curiosidades para todos vocês.
Comentario por Solange Villamar Couto (03-12-2010 01:59)
2 Grazas a ti, Solange. Lin a entrevista no xornal e pensei que o mellor era contrastar opinións. Vin a película "Cidade de Deus" hai moito tempo e é cando menos impactante. Non teño nin a máis mínima dúbida de que o Brasil é unha das economías#blgtk08# de América Latina con máis futuro. Polo menos iso é o que se di por aquí. Desexo que sexa verdade de todo corazón. Tes mota razón niso que dis de que hai brancos que non valen nadiña de nada, tanto no Brasil coma en calquera lugar do mundo.
Comentario por Xesús Constela (03-12-2010 19:17)
3 Depois do filme "Cidade de Deus", temos outros dois, que seguem a mesma linha. Mostram a guerra entre policiais e traficantes, no Rio de Janeiro, e, também uma busca à policiais íntegros e honestos dentro de uma polícia tão facilmente corrompida.
São #blgtk08#eles: "Tropa de Elite" e "Tropa de Elite 2", dirigido por José Padilha e adaptado do livro "Elite da Tropa" escrito por policiais do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais), baseados em fatos reais.
É um longa de muito sucesso de bilheterias.
Comentario por Solange Villamar Couto (03-12-2010 19:19)
4 ÑPor certo, que me gusta moito esa frase de Lins que di que o delincuente rico tamén ten que ir ao cárcere, algo que por desgraza non adoita acontecer. Sen ir máis lonxe mira como os grandes causantes da actual crise económica que está a facer caer economías de países que se consideraban "solv#blgtk08#entes" están aser os que mellor parados saen. Iso é unha vergoña. Supoño que cando Lins fala ao remate da entrevista dos negros que están a sufrir as consecuencias da escravitude fala nun ton en parte metafórico. Diso mesmo falaba o gran Kapucinski no seu gran libro "Ébano" acerca de África.
Comentario por Xesús Constela (03-12-2010 19:23)
5 Infelizmente é verdade o que fala Paulo Lins! A relação de escravidão está ligada diretamente ao negro.
No Brasil vivemos a escravidão até 1888, onde todos os negros eram escravos, e parece que pouca coisa mudou de lá pra cá. O negro vem, aos poucos, conquistando seu lugar na sociedade e também os seus direitos de igualdade aos brancos. Hoje qualquer ofensa, por menor que seja, é considerada crime de racismo. Também hoje é exigido nas universidades cotas para#blgtk08# negros, comerciais na mídia com negros e no dia 20 de novembro temos um feriado (para alguns lugares do Brasil) que se chama "O Dia da Consciência Negra", onde os negros podem comemorar a data, mostrando suas raízes, suas danças e reinvindicando seu espaço. Por aí vemos que pouco a pouco, vão se mudando os pareceres, embora, muitos o façam com medo de serem punidos pela lei.
O negro do Brasil têm uma cultura riquíssima e muito interessante de se apreciar.
Comentario por Solange Villamar Couto (03-12-2010 19:48)
6 Qué terrible o que contades. Eu tiña outra opinión do Brasil. Sempre se falou das favelas, máis eu tiña entendido que é un pa#blgtk08#ís que florece. Sei da violencia nas ruas, da delincuencia que por desgracia hai por todas partes, pero de economía puxante.
Comentario por Eva Carpente (04-12-2010 22:57)
7 Eva, o Brasil é um país maravilhoso! Totalmente receptivo. As pessoas são por demais solidárias, vivemos das festas, carnaval e futebol...Aqui o pobre é feliz!
Sabemos que há uma desigualdade considerável entre as camadas sociais, mas o que mata mesmo, é o tráfico de drogas, que tomou conta do Rio de Janeiro e em grande parte do país. Hoje já estão montando guardas permanentes nas favelas onde foram expulsos os traficantes. Nas favelas, vivem muita gente de bem, e pra falar a verdade é a grande maioria, porque são pessoas que não tem condições de ter uma casa melhor, são pessoas que levantam de madrugada, enfrentam longas caminhadas e as vezes trajetos grandes em ônibus para chegar no serviço e receber um salário mínimo de R$510,00 por mês, equivalentes a 200 euros aproximadamente. Geralmente, são famílias com grande números de filhos, e, que por necessidade dos pais terem que trabalhar, precisam ficar sozinhos em casa,e, o mais velho dos filhos fica tomando conta dos mais novos. É aí que m#blgtk08#ora o perigo, pois, por influência dos traficantes, alguns acabam viciados e acabam cometendo roubos para conseguir comprar a droga. Nas favelas dominadas pelos traficantes, são eles, que dão ordens, eles que estabelecem se o comércio abre ou não, se as escolas tem aula ou não. No dia que morre um traficante, a ordem já vem de cima e mandam fechar tudo, e é melhor que todos obedeçam.
Mas as coisas vem mudando, já existe 11 favelas dominadas pela policia. Estes confrontos dos últimos dias, vem acontecendo porque o país está disposto a acabar com a marginalidade e as drogas e preparar as grandes cidades para a copa do mundo, e os traficantes estão ficando acuados.
Somos um país de raça, não nos abatemos facilmente, estamos acostumado "a multiplicação de pães",vamos até o fundo do poço por uma gota d'água.
O que não queremos é que morra pessoas inocentes, crianças com tanta vida pela frente.
Então é por isso esta guerra, mas a esperança é que tudo vai acabar bem!
Comentario por Solange Villamar Couto (04-12-2010 23:58)
8 Replica Handbags have related level, leather#blgtk08#ed lower, equip bands along with deals with.
Comentario por Replica handbags (13-07-2013 05:40)
Deixa o teu comentario
Nome:
Mail: (Non aparecerá publicado)
URL: (Debe comezar por http://)
Comentario:
© by Abertal

Warning: Unknown: Your script possibly relies on a session side-effect which existed until PHP 4.2.3. Please be advised that the session extension does not consider global variables as a source of data, unless register_globals is enabled. You can disable this functionality and this warning by setting session.bug_compat_42 or session.bug_compat_warn to off, respectively in Unknown on line 0