Avante Galiza!
'Estamos fartos de saber que o povo galego fala un idioma de seu, fillo do latim, irmao do Castellano e pai do Portugués. Idioma apto e axeitado para ser veículo dunha cultura moderna, e co que ainda podemos comunicar-nos com mais de sesenta millóns de almas (...) O Galego é un idioma extenso e útil porque -con pequenas variantes- fala-se no Brasil, en Portugal e nas colónias portuguesas'.

(Castelão - Sempre em Galiza)



Esta web apoia á iniciativa dun dominio galego propio (.gal) en Internet





 SECÇONS
 FOTOGRAFÍAS
 Também ando por:
 PESQUISAR NO BLOGUE
 PESQUISAR EM BLOGUES GALEGOS
 ARQUIVO
 ANTERIORES
 Artigos destacados

Itoitz hustu!!!
Itoitz hustu arte, Até vaziar Itoitz em galego, é um documentário realizado por Eguzki Bideoak a modo de denúncia, repassando a luita que se está a levar a cabo contra a construçom e enchido do encoro de Itoitz, em Nafarroa. Nel saem alguns dos protagonistas da sabotagem à construçom do encoro e comparam os movimentos sísmicos que se estám a produzir com o desastre de Vajont.

Itoitz hustu arte










Aurrera!! Itoitz hustu!


Askatu egiten duen herriaren
duintasuna borroka solidariotik sortzen da
Comentários (0) - Secçom: Euskal Herria - Publicado o 10-08-2008 16:23
# Ligaçom permanente a este artigo
Medrei nos Oitenta
E a todo aquel que tamém medrasse nos '80 coma mim, será-lhe impossível evitar um sorriso na sua face ao escuitar este revival:

El Reno Renardo - Crecí en los ochenta
Comentários (2) - Secçom: Humor - Publicado o 10-08-2008 15:43
# Ligaçom permanente a este artigo
TAV Nom!! Galitren JÁ!!

Protestos em defesa do Trem de proximidade estám a centrar as luitas contra o TAV na Galiza, pois este vai definir quais som as zonas de crescimento e quais nom, provocando a marginalizaçom de muitos núcleos de populaçom. Um destas núcleos afectados é a Cámara Municipal de Portas onde se estám a cortar vias em protesta de destruiçom do que é o seu único meio público de transporte. Por enquanto, o governo espanhol aproveita a noite para ir desmontar o caminho de ferro sem enfrentar-se à vizinhança.

Umha aposta territorial definida
O consenso institucional entre os três grandes partidos (PP, PSOE e BNG) na necessidade do TAV para Galiza e assim avançar, se calhar ainda mais, no nosso carácter colonial, está-se a converter em mais umha peça do novo desenho que Espanha quer para o nosso País. O TAV como buque-insignia das grandes infra-estruturas de transporte vai necessariamente determinar a forma das trocas urbanas e interurbanas, a valorizaçom dos terrenos (ao torná-los acessíveis), e definir quais som as zonas de crescimento e quais nom. É, pois, este carácter estruturador do território o que define o modelo de desenvolvimento, hipotecando em grande medida a possibilidade de alternativas distintas de desenvolvimento sócio-económico.

É neste ponto, num País como Galiza, com umha dipersom tam elevada da populaçom e com umha organizaçom territorial parroquial e comarcal, que o TAV vai provocar a marginalizaçom de muitos núcleos de populaçom; trata-se de um transporte ao serviço de projectos macro-económicos baseados na acumulaçom e maximizaçom de benefícios e nom como um serviço básico das colectividades e das suas necessidades reais.


Mobilizaçons em favor do trem de proximidade
Ainda sendo tímidos os protestos e a organizaçom anti-TAV na Galiza, som os sectores mais directamente afectados os que verdadeiramente estám a dar a batalha nalguns pontos da nossa geografia, quer na defesa do ferrocarril de proximidade, quer contra as próprias obras e expropiaçons que se estám a levar a cabo, muitas delas em condiçons de irregularidade.

Desta vez o episódio de oposiçom ao TAV vem da vizinhança da Cámara Municipal de Portas quem está a protagonizar os protestos na defesa da estaçom de comboios do seu concelho, único meio público de transporte existente e acessível a todos os vizinhos e vizinhas, cortando as vias do trem.

Obscurantismo governativo
O subdelegado do governo espanhol em Ponte Vedra, afirmou que a Guarda Civil nom identificou nengum participante no corte de via mas acusam ao presidente da cámara de ser o suposto implusor da acçom. Por outra banda, segundo denunciam os vizinhos, organizados sob umha Plataforma em defesa da sua estaçom de comboios, o Ministério de Fomento espanhol aproveita a noite para desmontar o caminho de ferro sem autorizaçom municipal e evitar qualquer enfrontamento e avançar nas obras do TAV perante a oposiçom vicinal.

Galitrém JÁ!!!


Galiza nom precisa dum trem de alta velocidade para emigrar,
Galiza precisa dum trem de cercania para ir trabalhar!!



Imagem do Galitren criada por Chimpín.
Artigo sacado de galizalivre.org
Comentários (0) - Secçom: Denúncia - Publicado o 10-08-2008 15:22
# Ligaçom permanente a este artigo
[1] 2
© by Abertal
"Se aínda somos galegos é por obra e gracia do idioma"
(Castelao)


Apoiamos a Candidatura do Patrimonio Inmaterial Galego-Portugués


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.



Warning: Unknown: Your script possibly relies on a session side-effect which existed until PHP 4.2.3. Please be advised that the session extension does not consider global variables as a source of data, unless register_globals is enabled. You can disable this functionality and this warning by setting session.bug_compat_42 or session.bug_compat_warn to off, respectively in Unknown on line 0