Avante Galiza!
'Estamos fartos de saber que o povo galego fala un idioma de seu, fillo do latim, irmao do Castellano e pai do Portugués. Idioma apto e axeitado para ser veículo dunha cultura moderna, e co que ainda podemos comunicar-nos com mais de sesenta millóns de almas (...) O Galego é un idioma extenso e útil porque -con pequenas variantes- fala-se no Brasil, en Portugal e nas colónias portuguesas'.

(Castelão - Sempre em Galiza)



Esta web apoia á iniciativa dun dominio galego propio (.gal) en Internet





 SECÇONS
 FOTOGRAFÍAS
 Também ando por:
 PESQUISAR NO BLOGUE
 PESQUISAR EM BLOGUES GALEGOS
 ARQUIVO
 ANTERIORES
 Artigos destacados

Agaléga, o arquipélago "galego" do oceano Índico

Ilhas Mascarenhas é a designaçom dada ao um conjunto de ilhas que formam um vasto arquipélago sito no sudoeste do Oceano Índico, a leste de Madagascar, estendendo-se por mais de 1200 km através de uma área oceânica situada entre Agalega, Reuniom, Tromelin e Rodrigues.

Apesar do nome comum, as Mascarenhas nom constituem um verdadeiro arquipélago, sendo antes um conjunto de vários arquipélagos vizinhos, agrupando ilhas com estrutura geológica e história muito diferenciadas, embora com uma origem comum e constituindo uma regiom biogeográfica distinta (ecorregiom das Mascarenhas)... algo assim como a Macaronésia.

As ilhas receberam o nome de Mascarenhas em honra de Pedro Mascarenhas, navegador, diplomata e mais tarde vice-rei da Índia Portuguesa (com sede em Goa), que, por volta de 1512, teria comandado um grupo de navios portugueses que as avistaram.

O território das Agaléga consiste de duas ilhas principais (Ilha do Norte e Ilha do Sul) com uma área total emersa de 27 km², localizadas na periferia oeste de um largo atol coralino. A Ilha do Norte é a maior e mais populosa, nela se situando, para além do pequeno aeródromo que serve as ilhas. O centro administrativo da ilha está situado em Vingt Cinq. A populaçom total é de cerca de 300 habitantes. A principal produçom das ilhas é o coco, exportado para a ilha Maurícia, onde se situa a capital da República: Porto Luís.



Localizaçom do arquipélago A'Galega:

Ver mapa maior




Quanto à origem do nome de Agaléga, há três versões:

- É possível que o explorador português Pedro de Mascarenhas tivesse nomeado as duas ilhas em 1512, quando descobriu as ilhas de Maurício e Reuniom. Ele teria nomeado as ilhas d'Agalega e Santa Maria, na honra de duas das suas naves, a Galega e a Santa Maria.

- A segunda versom, que é a melhor documentada, leva a João da Nova, navegante da Galiza ao serviço da Coroa Portuguesa. Nascido em Maceda (Alhariz-Maceda, Galiza), teria fugido a Portugal com o fim de escapar das Revoltas Irmandinhas. Era conhecido polos navegantes pola alcunha de João Galego - baptismo documentado em Les Nouvelles Annales de Voyage (tomo 38, página 88). Diz-se que João Galego descobriu estes ilhéus em 1501, e deu-lhes o nome da Galega, que derivou por parte dos futuros colonos franceses em Agaléga.

- A terceira versom faz referência ao navegante português Diogo Lopes de Sequeira. Sir Robert Scott explica no seu livro Lumuria que este navegante descobriu as ilhas Agaléga em 1509 e deu-lhes por nome Baixas da Gale, significando gale - galerna, do bretom 'gwalarn' - um forte vento do noroeste (que bate com frequência no mar Cantábrico). O nome referiria-se à formaçom de umha borrasca de que teria modelado as costas de ambos os ilhéus. Após este descobrimento, as cartas náuticas da regiom teriam nomeado as ilhas como Gale, Galera, Galega e, finalmente, Agalega.
Comentários (4) - Secçom: Historia da Galiza - Publicado o 01-04-2013 15:34
# Ligaçom permanente a este artigo
© by Abertal
"Se aínda somos galegos é por obra e gracia do idioma"
(Castelao)


Apoiamos a Candidatura do Patrimonio Inmaterial Galego-Portugués


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.