Made in Galiza


Eu nunca serei yo
Um caderno de trabalho de Séchu Sende

A minha obra neste caderno está licenciada baixo creative commons, copiceibe.

O autor solicita comunicar-lhe qualquer uso ou modificaçom da sua obra no email de contacto aqui sinalado.

Contacto
madeingaliza
 CATEGORIAS
 FOTOBLOGOTECA
 OUTROS MUNDOS
 BUSCADOR
 BUSCAR BLOGS GALEGOS
 ARQUIVO
 ANTERIORES

Gartxot: o filme!

Gartxot trailerra from Somuga on Vimeo.




Um filme impresionante que, com sorte, chegará á Galiza!: Gartxot

Um filme desenhado por Asisko Urmeneta.

Sobre a defensa da identidade e a resisténcia lingüística.
Brutal, inocente, criativo.
Animaçom Made in Euskal Herria.

O proceso de criaçom e difusom do filme favoreceu que a comarca do heroe -Gartxot-, em Iparralde, esteja a dinamizar-se social e culturalmente com o impulso dum movimento cidadám euskaldum.

Gatxot, um heroe medieval basco cantado por Benito Lertxundi num dos seus temas mais populares, passou ás cores e sons dos desenhos animados nesta curtametragem que agora está em proceso de se converter em longametragem.

Com toda seguridade, nestes tempos de internacionalismo e solidariedade entre os povos e as línguas golpeadas pola história, Gartxot será um simbolo da resisténcia para as naçons sem estado do mundo, para os movimentos de liberaçom.
Comentários (16) - Categoria: Desenhos - Publicado o 21-11-2011 12:33
# Ligazóm permanente a este artigo
Sobre língua, activismo, papel higiénico e outras cousas.


Este texto é umha resposta á pergunta que foi lançada numha mesa redonda no Foro Social de Ferrol: Que há de novo no 15-M?

Umha das cousas novas: a relaçom do movimento social com a língua galega.

Um fragmento do texto:

Um dos discursos mais visíveis na rede foi o que se deu dentro desse sector do que podemos denominar como “galeguismo”. Dentro do “galeguismo” houbo um sector que mantivo umha actitude de rechazo á participaçom no movimento: “Eu nom participo porque o movimento nom se expresa em galego. É espanholista.”

Assi respondia alguém a esta actitude desde o twenti: “Hay un tipo que no se limpia el culo desde hace tres años porque el papel higiénico no viene etiquetado en gallego”

O texto completo no blog do Foro Social de Ferrol
Comentários (14) - Categoria: Nom serviam - Publicado o 02-11-2011 11:58
# Ligazóm permanente a este artigo
© by Abertal