Made in Galiza


Eu nunca serei yo
Um caderno de trabalho de Séchu Sende

A minha obra neste caderno está licenciada baixo creative commons, copiceibe.

O autor solicita comunicar-lhe qualquer uso ou modificaçom da sua obra no email de contacto aqui sinalado.

Contacto
madeingaliza
 CATEGORIAS
 FOTOBLOGOTECA
 OUTROS MUNDOS
 BUSCADOR
 BUSCAR BLOGS GALEGOS
 ARQUIVO
 ANTERIORES

Primeira opiniom sobre "Viagem ao Curdistám"



Judith achegou-me estas palavras nada mais ler a minha "Viagem ao Curdistám para apanhar estrelas" e despois acedeu generosamente a comparti-las:

"Fai tempo en Bolivia coñecín unha nena ayorea (totobiegosodes) coa que tiven una conexión incrible. Quería facerme un agasallo e díxenlle que me dera unha palabra... a palabra que máis lle gustase da súa lingua e que fose para min...

O seguinte que fixo foi ir a falar coa anciá do seu poboado e chegou traendo esta xoia:

IYABE: “Coller o mellor de, cada momento, cada lugar, cada cousa e cada persoa”

Un pobo que ten unha palabra para definir algo así ten que ser realmente valioso. Quería compartila contigo.

Facía tempo que non me lembraba... Debería tela moito máis presente. Onte pola noite devorei o teu último libro e volveu...

SPAS!!!!

Gostei moitísimo del e sei que nas seguintes lecturas tamén será así. Fíxome rir, chorar e removeume..."

Judith


...

SPAS, Judith!
Comentários (18) - Categoria: Desenhos - Publicado o 14-01-2013 22:33
# Ligazóm permanente a este artigo
Novo livro: Viagem ao Curdistám para apanhar estrelas


O passado 29 de dezembro, na festa do encontro das seleçons nacionais de fútebol Galiza-Curdistám, organizado por Siareir@s Galeg@s, apareceu o meu último livro: Viagem ao Curdistám para apanhar estrelas.




Estas som as primeiras palavras do livro:
“Os inuítes dizem que o único instrumento que se afia com o uso é a língua…” E estas som as últimas palavras do livro: “Quando tu falas a língua do teu povo, o teu povo medra, porque o teu povo vive nas tuas palavras.”

Viagem ao Curdistám é o relato dumha aventura ao coraçom dum dos conflitos internacionais mais silenciados, o do povo curdo. Mas nom é só isso.

É umha viagem por um caminho no que encontramos um taxidermista de animais de granxa, estrelas ao alcance da mao, soldados de mal humor, um ladrom de colheres, campos de petróleo e campos de algodom, um gigante e muita gente que luita dia a dia pola independência, o amor, a vida e essas cousas cotiás.



Viagem ao Curdistám é um livro que nom foi escrito para ser editado. De verdade. É o diario dumha viagem persoal que, apesar disso, tem muito de viagem coletiva.

O livro é umha autoediçom e tem entre as suas finalidades recadar fondos para um intercámbio cultural que se está a realizar entre as crianças da Semente de Compostela e umha escola de Amed, capital do Curdistám, no estado turco.

A autoediçom e a distribuiçom pola rede social -e virtual- tem como objetivo que o livro -com desenhos a cor, com 3 capas de qualidade, com umha cuidada ediçom editorial...- tenha um preço mais popular. 10 euros, por certo.

Porque cremos na autoorganizaçom e na interrelaçom das persoas para criar, mover, transformar, compartir... bens de todo tipo, tamém culturais.



Viagem ao Curdistám é um diário desenhado e escrito de caminho e agora aparece como um ser imprevisto, um objeto precioso, umha faísca de cores, um livrinho que naceu da curiosidade, para ser compartido por quem goste do imprevisto, da beleza e da curiosidade. Mas nom é só isso.

Viagem ao Curdistám é umha reflexom sobre a vitalidade das línguas em situaçom de conflito político. Mas nom só.

Viagem ao Curdistám
é umha viagem de descoberta do nosso próprio país, Galiza, a mais de 5000 km de distáncia.

Quando acabes de ler Viagem ao Curdistám gostaria de perguntar-che: Quanta ficçom há neste livro?



Este livro -que foi pensado, editado e impreso em pouco mais dum mes- nom seria como é sem a aportaçom de Laura Calvinho que, aparecendo de entre a rede social virtual, se ofereceu a fazer o desenho editorial.

Ela mesmo descreve o seu trabalho, que conseguiu converter este livro num objeto precioso:

"Para o desenho editorial optou-se por um formato apaisado que respeitasse a forma original do caderno no que se figerom as ilustraçons e que se adapta á primeira leitura da história através das images.

Das cubertas do livro figerom-se três versions em três cores diferentes inspiradas nas utilizadas na elaboraçom de tecidos artesanais como os que se mercarom durante a viagem que narra o livro. O papel reciclado e as texturas naturais adaptam-se ao conceito de caderno de viagem que está na origem da obra e respeitam o ambiente"


Muitos dos desenhos de Viagem ao Curdistám já forom publicados neste mesmo blogue, ou aqui. Agora o livro, além dos desenhos, contém o diário escrito e mais outros três textos relacionados com esta viagem.



O livro quer ser um fio mais de uniom e irmandade entre o Curdistám e a Galiza, um fio de uniom entra o nosso povo e os povos do mundo.

Mais informaçom sobre o encontro Galiza-Curdistám, acçom do movimento social de base galego e detonante da ediçom deste livro, realizado por gzvideos.info:






...


O livro está á venda, nesta altura, nos seguintes pontos de venda:

Na rede: www.imperdivel.net

Em Vila de Cruzes: Livraria O Colexio, Livraria Mahia.

Em Compostela: Gentalha do Pichel, Livraria Couceiro, Livraria Pedreira, COMIC.

Em Bertamiráns: Livraria Lenda, Livraria Máinomen.

Em Alhariz: Livraria Aira das Letras.

Em Vigo: Livraria Mendinho, Avd. Castelao, 7.
Livraria Librouro, Rua de Eduardo Iglesias, 12.
Livraria Andel, Rua Pintor Lugrís, 10.

Na Corunha: Livraria Suévia,
Livraria Sisargas,
Livraria Couceiro,
Livraria de Viages 7 Mares,
Livraria Novo Colón

Em Ferrol: Central Librera, R/ Dolores, nº 2.

Em Carral: Taberna Lume e Ferro e Livraria-Estanco Concha.

Em Lugo: Livraria Trama.

Em Viveiro: Livraria Porta da Vila.

Em Ourense: Vento do Sul - Livraria Torga.

Em Quiroga: Livraria Celia.

Na Bretanha, Breizh: 44 rue Legraverend, Rennes

Em Euskal Herria: Bilbo: Antiliburudenda Dos de mayo kalea.

Em Catalunya: Anônims, menjars i pensars, Carrer Miquel Ricomà 57, 08401 Granollers

Iremos atualizando os pontos de distribuiçom.

....

Ei, espero que gostedes do livro! Boa viagem!
Comentários (51) - Categoria: Desenhos - Publicado o 02-01-2013 17:01
# Ligazóm permanente a este artigo
© by Abertal