Made in Galiza


Eu nunca serei yo
Um caderno de trabalho de Séchu Sende

A minha obra neste caderno está licenciada baixo creative commons, copiceibe.

O autor solicita comunicar-lhe qualquer uso ou modificaçom da sua obra no email de contacto aqui sinalado.

Contacto
madeingaliza
 CATEGORIAS
 FOTOBLOGOTECA
 OUTROS MUNDOS
 BUSCADOR
 BUSCAR BLOGS GALEGOS
 ARQUIVO
 ANTERIORES

O cao


Aquel cao era tam terrorífico, tam de pesadelo, tam negro e grande, tam aparentemente raiboso e louco e selvagem por fóra, e ao mesmo tempo era um cao tam mansinho e minha joia, tam medoso, tam frágil e cuitado e indefenso por dentro, que quando atopou num rio o seu reflexo morreu do susto.
Comentários (2) - Categoria: Geral - Publicado o 30-11-2007 11:54
# Ligazóm permanente a este artigo
Chuza! Meneame
2 Comentário(s)
1 Jo.er!! Pois sí que da medo, sí. Menudo chimpo peguei ao abrir a túa páxina.
***
Ao mellor se se vise toda a cara sería un#blgtk08# canciño cos ollos tristes e cara de pena, ou cos ollos alegres e con esa mueca no fuciño de estar tan canso despois de xogar cos nenos.
Comentário por Mer (30-11-2007 12:58)
2 http://www.edxvic#blgtk08#toriasecret.co.uk
Comentário por victoria's secret uk (21-11-2014 10:24)
Deixa o teu comentário
Nome:
Mail: (Nom aparecerá publicado)
URL: (Debe começar por http://)
Comentário:
© by Abertal