acuática



Xanela de Marta Dacosta
acuatica07@gmail.com
 CONTIDOS
 OBRA
 ANTERIORES
 Arquivo
 BUSCADOR
 outras xanelas

Antero de Quental
Onte botei man do libro Primaveras românticas do açoriano Antero de Quental, o autor que Pessoa consideraba o ponto de partida "da transformação literária, representada por um rompimento com as tradições literárias portuguesas"

Os poemas que conforman o libro foron escritos durante os anos de estudante en Coimbra (1856-1866), anos en que Antero de Quental foi elemento principal dunha xeración da que sairían intelectuais e políticos de renome "Chegando a chamarse a sua casa o "Cenáculo" (Nuno Júdice, do prefácio).

Antero de Quental xustifica por que decide publicar este libro de poemas de mocidade: "porque não me envergonho de ter sido moço. Ter sido moço é ter sido ignorante, mas inocente." Mais é tamén un xeito de lembrar aqueles anos en Coimbra:

"O facto mais importante da minha vida durante aqueles anos, e provavelmente o mais decisivo dela, foi a espécie de revolução intelectual e moral que em mim se deu, ao sair, pobre criança arrancada ao viver quase patriarcal de uma província remota e imersa no seu plácido sono histórico, para o meio da irrespeitosa agitação intelectual de um centro, onde mais ou menos vinham repercutir-se as encontradas correntes do espírito moderno." (das cartas de Antero de Quental)

Éste libro tráeme tamén a min lembranzas coimbrãs, pois compreino un 11 de xullo de 1988 (hai case vinte anos!) en Coimbra, exactamente na livraria Ulmeiro, naquel mes en que fixen un curso de férias. É curioso que este libro tamén sexa para min a memoria da mocidade e dun, breve, paso por Coimbra.

Fragmento do poema "A uma poetisa"

Poesia!...

Dessa, que quando dói, tanto consola,
E ás sombras do viver dá seu crepúsculo...
E da face distende cada músculo...
E é, em ermo pinhal, canto de rola...
Comentarios (1) - Categoría: Xeral - Publicado o 15-08-2007 18:07
# Ligazón permanente a este artigo
Chuza! Meneame
1 Comentario(s)
1 Coincido co que decía Antero. Ler este post t#blgtk08#amén a min me trouxo lembranzas da mocidade.
Comentario por hormiga (24-08-2007 15:25)
Deixa o teu comentario
Nome:
Mail: (Non aparecerá publicado)
URL: (Debe comezar por http://)
Comentario:
© by Abertal
Acuática